sábado, 7 de janeiro de 2017

Memorizando a Bíblia



“Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti” (Salmos 119:11)

Você já parou para pensar em quantas coisas nossa mente tem a capacidade de armazenar durante toda a vida? Memorizamos letras de músicas, datas importantes, nomes, receitas, poesias e mais uma imensidão de coisas. O nosso cérebro tem uma capacidade incrível para guardar, arquivar, decorar e se lembrar das coisas.

MAS E QUANDO A HISTÓRIA SÃO VERSÍCULOS E PASSAGENS BÍBLICAS? 
Ahhh, aí a coisa complica! Acabamos achando que temos amnésia e que não adianta nada lermos, pois aquilo nunca ficará guardado em nossa mente. Mas, venho aqui hoje, para dizer a vocês que sim, tem como decorar e memorizar versículos bíblicos!
Bom, estava eu em minhas leituras diárias como de costume, e em um dos livros que eu estava lendo, a autora disse que certo dia ela foi visitar a casa de uma amiga, a qual tinha um papagaio que havia decorado o Hino Nacional dos Estados Unidos inteirinho. Já parou pra pensar quanto tempo esse bichinho gastou para aprender a melodia e o tom de uma música tão complicada? “Bom, se um papagaio pode aprender um hino inteiro, nós, seres humanos, podemos aprender a memorizar a Bíblia!”, pensa.

Então, com certeza você consegue aprender um versículo ou dois da Palavra de Deus! Se você fizer isso, Deus te usará como uma fonte de encorajamento para muitos!

VOCÊ SÓ PODERÁ DAR AOS OUTROS, AQUILO QUE VOCÊ TEM! 
Se você criar o costume de meditar na Palavra de Deus e guardar um versículo ou outro, todos os dias, você sempre terá algo a compartilhar com alguém que precisa. Suas conversas passarão a ser mais profundas e significativas. Você irá perceber que a Palavra de Deus passará a fazer sentido tanto aos que estão ao seu redor, quanto para você mesmo.  Memorizando a Palavra, você começará a perceber que fica mais fácil fugir do pecado, falar de Cristo e ajudar ao próximo.  Todo versículo que você sabe de cor é uma ferramenta disponível, pronta para ser usada por Deus para encorajar uma alma cansada.

MAS COMO EU FAÇO PARA MEMORIZAR? 
Bom, como muitos de vocês, eu também achava bem difícil memorizar versículos, porém, como uma das minhas metas para 2017 eu disse a mim mesma que quero estar mais perto de Deus, e uma das maneiras de conseguir isso é guardando a própria Palavra de Deus em meu coração.

Então aí vai a dica... 
Para memorizar, eu comprei vários post-its (aqueles bloquinhos coloridos com cola na parte de trás) e enchi meu guarda-roupa e as prateleiras do meu quarto com versículos bíblicos. Assim, logo quando acordo eu posso conferir a Palavra, e enquanto estou em meu quarto eu tenho acesso aos versículos que Deus mais fala comigo, às promessas de Deus para mim e à palavras que  me incentivam a buscar mais dele!

Também usei bastante aquelas canetinhas coloridas e marca-textos para grifar na minha Bíblia todas as passagens que eu acho interessante e que posso utilizar para auxiliar alguém futuramente.

Então, peguei um folha de sulfite e anotei todos os versículos que eu já sabia de cor e conferi todos para ver se as referências dos versículos estavam corretas. Depois de fazer isso, peguei um pote daqueles bem grandes (de guardar docinhos) e escrevi um por um em pedacinhos pequenos de papel e sem a referência em baixo, ou seja, coloquei apenas o que cada versículo diz, sem colocar onde ele se encontra na Bíblia.

A cada novo versículo, anote-o completo na folha de sulfite, e depois o anote em um pedacinho de papel sem a referência e coloque dentro do pote. De tempos em tempos, abra o pote, pegue um versículo, leia-o e lembre-se de onde ele se encontra na Bíblia. Após lembrar, abra esse versículo na Bíblia e o leia novamente. Isso faz com que você consiga memorizá-lo e crie o hábito de estar sempre lendo a Bíblia. Fazendo isso, você irá perceber que aquele mesmo versículo pode ser usado em diversas situações diferentes e que Deus usa diversas formas para falar com aqueles que o buscam diariamente através de sua Palavra.

OUTRA DICA:
Outra dica que gostaria de compartilhar com vocês é o “POTINHO DOS SONHOS”. Esse que se encontra na imagem acima é meu potinho de sonhos, planos e desejos. Tudo o que quero ser um dia, tudo o que quero comprar, fazer, e viver estão lá.

Como fazer? 
Bom, como muitos podem ver, esse é um potinho de Nutella, cheio de papeizinhos.
É bem simples! Pegue um papel e anote todas as suas vontades. Isso pode incluir coisas como: Fazer a vontade de Deus, construir uma casa, comprar um carro, orar pela cura de um parente, memorizar certa quantidade de versículos por ano, ler a Bíblia inteira, conseguir seu diploma, viajar para determinado lugar, se você for casado pode incluir ajudar seu cônjuge, amar as pessoas ao seu redor, ser mais paciente, entre tantas outras coisas que possam estar em seu coração.
Anote tudo! Seus planos, vontades, sonhos, desejos, TUDO! Depois guarde esse potinho e esteja sempre em oração por seus pedidos. Você verá como Deus é fiel! É claro, que muitas vezes, Deus não dará tudo o que pedimos, porque a vontade dele é bem maior e melhor que a nossa, porém, você vai ver como ele se preocupa conosco e quando procuramos fazer a sua vontade e estamos em oração, ele sempre nos honra! Você verá seu crescimento espiritual, verá milagres acontecendo ao seu redor, vidas sendo transformadas e inúmeras bênçãos acontecendo. Experimente!

“Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem e lhes será concedido!” (João 15:7)

Bom, é isso aí galera! Espero que essas dicas possam ser úteis para vocês, e cá entre nós, somente nesse post vocês  já possuem 2 versículos para começar a memorizar. Que tal? Bora começar?!!

Deus abençoe, irmãos!
Alessandra Ferreira dos Santos

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Você conhece Jim Elliot?


"Não é tolo aquele que abre mão daquilo que não pode manter para ganhar aquilo que não pode perder" (Jim Elliot)


 A história de Jim Elliot e seus quatro amigos é uma das histórias missionárias mais empolgantes e inspiradoras.
Jim Elliot nasceu em 8 de Outubro de 1927 na cidade de Portland, no estado americano de Oregon. Jim pertencia a uma família cristã dedicada ao Senhor; desde cedo foi instruído nos caminhos de Deus, e veio a receber a Cristo como seu Salvador aos 8 anos de idade.

Jim revelou-se um jovem bastante talentoso, destacando-se em todas as atividades que se envolvia. Era líder de sua classe, e detentor de uma brilhante oratória. Graduou em "desenho arquitetônico" na High School e depois se transferiu para a faculdade cristã de Illinois, a Wheaton College, onde se graduou com as mais elevadas honras.

Convicto de sua vocação e chamada, Jim prioriza seus estudos com o intuito de alcançar a melhor preparação possível para o seu ministério. Empenha-se no estudo do grego, acreditando que isto ajudaria tanto para seu estudo pessoal da Bíblia, quanto para facilitar a tradução do evangelho para alguma lingua nativa. Segundo o registro de seu diário, sua vida tinha sido profundamente impactada pelos testemunhos de missionários como David Brainerd e Hudson Taylor.

Embora fosse tido como um homem promissor, sua verdadeira paixão estava em levar a palavra de Deus às tribos indígenas. Ele constantemente orava: 
“Consuma minha vida, Senhor. Eu não quero uma vida longa, mas sim cheio de Ti, Senhor Jesus. Satura-me com o óleo do teu Espírito…”.

 Ele chegou a recusar um cargo dentro da universidade que daria a ele um ano de bolsa integral, mas que também requereria uma grande quantidade de tempo, o que ele considerou responsabilidades tolas. Ele ainda não estava totalmente convencido do valor dos seus estudos, considerando matérias como filosofia, política e antropologia distrações para alguém que está tentando seguir Deus. Depois de um semestre de notas relativamente baixas, ele escreveu para seus pais que não tinha nenhum remorso, considerando o estudo da Bíblia muito mais importante.

O interesse de Elliot em missões se solidificou durante seus anos em Wheaton. Logo ele seguiu o exemplo de "missões pela fé" (faith missions), não procurando suporte financeiro de denominações. Ele era um membro da organização Student Fellowship Missões Estrangeiras, e juntamente com seu colega de quarto David Howard, Elliot falou para um grupo da Aliança Bíblica Universitária sobre o papel do Espírito Santo em missões. 

Embora ele acreditasse que relacionamentos amorosos pudessem distrair as pessoas de buscar a vontade de Deus, Elliot começou a se interessar por uma das suas colegas de classe, Elisabeth Howard, que era também a irmã de seu colega de quarto. Eles concordaram que estavam atraídos um pelo outro, mas apesar de seus sentimentos, aguardaram em oração a confirmação de Deus, e somente após a graduação eles se casaram. Jim e Elizabeth se casaram em 1953, na cidade de Quito (Equador) e em 1955, nasceu sua filha Valerie.

Após muita oração e a companhia de alguns amigos, ele resolve viajar com o propósito de evangelizar os Índios Quechua no Equador. Enquanto trabalhavam com os índios Quechua, Elliot se preparava para alcançar, também, os índios Huaorani, que tinham a fama de serem muito violentos e que não possuíam nenhum contato com o mundo exterior. 

Elliot e quatro outros missionários – Ed McCully, Roger Youderian, Pete Fleming, e o piloto deles, Nate Saint – fizeram contato com os Huaorani do avião usando um alto-falante e uma cesta para enviar presentes aos índios lá embaixo. A partir de então começaram sistematicamente sobrevoar as áreas dos Huaoranis durante quatro meses levando presentes. Amarrado por uma corda, um balde cheio de roupas, cereais e fotografias dos missionários era levado pelo avião que em vôos baixos deixava cair os presentes.


Incentivados por uma visita no dia 7 de Janeiro, os missionários decidiram ir até a aldeia dos Huaoranis. Acordaram cedo e louvaram ao Senhor na manhã de 8 de Janeiro. Nate e Jim sobrevoando a área da aldeia dos aucas avistaram um grupo de 20 a 30 índios se movendo em direção ao acampamento. Através do rádio comunicaram com suas esposas e decidiram ás 16:30 entrarem em contato novamente. Ao chegarem na praia de seu acampamento, Nate e Jim avisaram aos outros que os aucas estavam vindo. Munidos de armas decidiram não utilizá-las. Pouco tempo depois chegaram os aucas e pouco esses cinco jovens puderam fazer. Angustiadas pela demora do contato de seus maridos, suas esposas solicitaram imediatamente ajuda. Helicópteros e forças do exercito equatoriano sobrevoando o rio Curray encontraram os corpos dos missionários brutalmente perfurados por lanças e machados.

As esposas desses missionários, apesar da grande dor que sofreram, decidiram continuar com a missão, e algum tempo depois foram sucedidas na evangelização dos aucas. A tribo foi evangelizada e alguns anos mais tarde, o assassino de Jim Elliot, agora convertido ao Senhor Jesus e líder da igreja na aldeia batizou a filha de Jim e Elizabeth no rio onde seu pai tinha sido morto.

Jim Elliot procurou servir a Jesus com todas as suas forças e a maior parte de sua vida e de seu ministério é contado por sua esposa Elizabeth em dois livros publicados posteriormente.

O registro do diário dele, em 28 de Outubro de 1949, expressa a crença dele, de que trabalho dedicado a Jesus era mais importante que a sua própria vida (veja Lucas 9:24 na Bíblia)

Abaixo a carta que Jim deixou a seus pais quando lhes disse que estava partindo:

“Não me surpreende que vocês fossem entristecidos com a notícia da minha ida para a América do Sul. Isso não é nada mais do que aquilo que o Senhor Jesus nos advertiu quando ele disse aos discípulos que deveriam se tornar tão apaixonados com o reino e em segui-lo de tal forma que todas as outras alianças devem se tornar como se nunca tivessem sido feitas. E ele nunca excluiu o laço familiar. Na verdade, esses amores que consideramos como mais íntimo, ele nos disse que deveriam se tornar como ódio, em comparação com os nossos desejos de defender sua causa. Não se entristeçam, então, se os seus filhos parecem abandoná-los, mas, em vez disso, alegrem-se de ver a vontade de Deus realizada com alegria. Lembrem-se como o salmista descreveu os filhos? Ele disse que eles eram como uma herança do Senhor, e que todo homem deveria ficar feliz se tivesse a sua aljava cheia deles. E do que é cheia uma aljava  senão de flechas? E para que servem as flechas se não forem para serem atiradas? Assim, com os braços fortes da oração, puxa-se a corda do arco para trás, lançando as flechas — todas elas, direto nos exércitos do Inimigo.”

Que exemplo de evangelista, não é mesmo? Que nossos corações possam arder, queimar, ser completamente incendiado por amor ao evangelho e que possamos viver intensamente para Cristo. Porque para nós o viver é Cristo e o morrer é lucro! 
Deus abençoe
Alessandra Ferreira dos Santos

Referências:
Wikpédia
Não Morda a Maçã
Até aos Confins da Terra

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Onde estão as suas expectativas?



“Sede fortes, e revigore-se o vosso coração, vós todos os que esperais no SENHOR.” (Salmos 31:24)

Em quem você tem colocado as suas expectativas? É fácil demais esperar que os outros façam aquilo que somente Deus pode fazer por você. Porém, quando suas expectativas não são correspondidas da maneira que você espera, você acaba se aborrecendo e ficando triste até mesmo com o próprio Deus.

Sabe aqueles dias em que você está muito triste? Aqueles dias em que parece que todas as suas expectativas foram frustradas?  Dias em que você começa a sentir como se tivesse sido colocado em último lugar na vida daqueles que você ama, sente como se tivesse sido trocado, excluído, esquecido.
Sabe quando isso acontece? Quando você coloca as suas expectativas em homens e não em Deus! 

Pessoas falham. Elas sempre irão falhar!  Apenas Deus é eterno e jamais falha. Portanto, se você deposita suas expectativas nele, você passará a entender que o tempo dele é perfeito, você começará a entender que cada relacionamento em sua vida, seja em sua família, com seus amigos, com seu cônjuge, tudo coopera para o propósito de Deus em sua vida! Você não conhece ninguém por acaso! 

Quando você deposita as suas expectativas em Deus, você aprende que as pessoas sempre irão te decepcionar, mas confiando em Deus você não é abalado. Você aprende que seu propósito é amar, mesmo que as pessoas venham a te machucar. Você aprende que Deus sempre estará ali juntinho de você para te ajudar a superar tudo, para seguir em frente e prosseguir no amor. 

Deus nos chama para amar! Muitas vezes esse amor não será correspondido. Mas e daí? O amor de Cristo na cruz até hoje ainda não é correspondido por muitos, mas ainda assim Ele escolheu nos amar!  Você acha mesmo que o fato dele saber que seria odiado, traído e maltratado, fez com que Ele nos amasse menos? 
O que te faz pensar que pelo simples fato de ser ignorado, você tem o direito de odiar o seu próximo? O grande chamado de Deus para mim e para você ainda continua sendo o AMOR! 

Portanto, simplesmente ame sem esperar nada em troca. Quando você cumpre o primeiro e grande mandamento de amar a Deus sobre todas as coisas, você aprende a se amar também e automaticamente a amar seu próximo como a si mesmo. Se você colocar as suas expectativas nas pessoas, elas serão frustradas. Porém, se você colocar suas expectativas em Deus, então você poderá amar o seu próximo e demonstrar o amor de Deus através da sua vida. 

Deus abençoe! 
Alessandra Ferreira dos Santos 

domingo, 4 de dezembro de 2016

Geração Mimimi






"Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz." 
(1 Pedro 2:9)

Você já parou para pensar que estamos vivendo um dos tempos em que as pessoas mais reclamam? A famosa "geração mimimi". As coisas nunca estão boas o suficiente para essas pessoas, e o que elas fazem com relação a isso? Exatamente! Elas reclamam, brigam e xingam. 
E sabe o que é pior nisso tudo? Existem milhares de cristãos incluídos nessa "geração mimimi".

Muitos crentes acabam se esquecendo de seus propósitos, acabam deixando de lado seus valores, e se acham na condição de superiores com relação aos outros, criando assim uma série de pensamentos e críticas à todos ao seu redor.

Eu fico imaginando como seria se homens como Paulo, João Batista, Moisés, Abraão, Daniel, José, e todos os grandes homens que a Bíblia nos conta, tivessem vivido nos dias de hoje. Imagine só, que loucura! Os caras foram aprisinados, decapitados, esfaqueados, sofreram perseguições e tantas outras coisas, e essa geração em que vivemos não consegue levar um puxão de orelha da liderança que já quer logo sair da igreja, não consegue ouvir um NÃO de Deus que já quer logo se desviar, não consegue ouvir uma opinião sequer contrária a sua que já quer logo agredir o irmãozinho do lado.

A "geração mimimi" está em todos os lugares! Na escola, na faculdade, na família, no trabalho, na igreja. É fácil você encontrar com um deles na esquina da sua casa, num supermercado ou passeando na rua. 
Como discernir quem são eles? Bom, são aquelas pessoas que buscam se tornar autossuficientes, que buscam crescer com o enfraquecimento do seu próximo, que buscam engrandecer o próprio ego enquanto diminui aqueles que estão ao seu redor.

Enquanto não pararmos de querer que as coisas sejam realizadas do nosso jeito e enquanto não começarmos a viver o Evangelho puro e simples, essas coisas não irão mudar! Precisamos parar de inventar desculpas para aquilo que não fazemos e começar a AGIR!

Você não está satisfeito com alguma situação? ORE! Ninguém precisa saber que a sua opinião é contrária da deles! O seu principal papel não é falar, mas é SER! Você não precisa se justificar, quem te justifica é Deus!! Coloque tudo aquilo que te entristece e te aflige nas mãos do Pai e descansa no SENHOR! 

Evite conversas paralelas, evite a maledicência, e busque a justiça dos céus! Quando você fala mal de alguém, está fazendo justiça com suas próprias mãos, porém, quando você deixa Deus agir, Ele fará justiça por você! 

Deus não te chama para assistir o circo pegar fogo e ficar de braços cruzados. Deus não te chama para ouvir tudo e aceitar! Porém, a sua posição como cristão deve ser entregar tudo nas mão dEle para que o Seu Reino possa ser estabelecido. Deus te chama para tomar uma decisão! Deus te chama para fazer a diferença! Ele te chama para ser ovelha, mas também te chama para ser leão!

Experimente parar de reclamar e comece a entregar seus problemas nas mãos de Deus. Experimente passar pelas provações sem reclamar. Experimente interceder por alguém que você não goste tanto. Deus te dará as estratégias, te dará as palavras e te mostrará quando você deverá agir como ovelha e quando deverá tomar a posição de frente na guerra. 

Quem está no comando? Jesus? Então siga em frente! Não seja a geração mimimi que só sabe reclamar, mas seja a geração eleita, ousada, que sabe em quem confiar!

Por fim, gostaria muito que vocês lessem 1 Pedro 2 inteiro. É muito real e descreve bem as atitudes que o Pai espera que tenhamos! Esse capítulo falou demais ao meu coração e o meu desejo é que cada um de vocês possa realmente o atar também em seus corações e meditar nele dia após dia. Caso não tenham acesso a uma Bíblia, vocês poderão encontrá-lo > aqui < na Nova Versão Internacional.

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos


"Pois é da vontade de Deus que, praticando o bem, vocês silenciem a ignorância dos insensatos. "
1 Pedro 2:15

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Chamados para brilhar!

“Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte; nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e ilumina a todos os que se encontram na casa. Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus.”  ( Mateus 5:14-16)

Você foi chamado para ser luz do mundo! O quanto você tem brilhado perante a sociedade? Uma lâmpada foi feita com a função de trazer luz ao local onde ela se encontra. Você não acende uma lâmpada e a coloca em um lugar onde ela não terá a função de iluminar, não é mesmo? Assim acontece conosco! Você foi feito para receber a eletricidade de Cristo e clarear também a vida daqueles que estão ao seu redor. Você é o responsável por clarear o caminho que levará cada vez mais pessoas até Cristo! 
E o que você tem feito? Você tem sido a luz do mundo?
Quando nos tornamos sal da terra e luz do mundo, nós atraímos as pessoas novamente até Deus. Quando as pessoas vêem a luz de Cristo em você, a glória do Pai é revelada! Já parou para pensar, o quanto é sensacional você poder transmitir um pouquinho da glória de Deus através da sua própria vida? Esse é o desejo de Jesus: que sejamos luz em meio às trevas em todas as áreas. Que possamos ser um modelo de intimidade com Deus para que quando olharem para nós, as pessoas possam ver uma pessoa apaixonada por Jesus, pela oração, pela busca da Palavra.  
Nós deveríamos ser um exemplo de integridade e santidade. Quando as pessoas olhassem para você exercendo o seu ministério, isso deveria ser uma luz para elas, que as incentivasse a buscar isso que você possui. 

E como conseguimos isso? 
Primeiramente, tudo o que você é no particular, será revelado em público. (Mc 4:22)
O que você faz com Deus no secreto, na intimidade, Deus fará o mesmo com você em público. Se você toca, louva, estuda a Palavra e conversa com Deus em secreto, o Espírito Santo irá fluir através de você. Quando abrimos nossa boca para falar o que vivemos, acabamos gerando um temor e um anseio pela Presença de Deus em quem irá nos ouvir e a partir desse momento, damos liberdade para que o Espírito Santo haja em nós e através de nós.

Portanto,  busque estabelecer uma intimidade constante com Cristo. Busque estar com Ele todos os dias e meditar constantemente em Sua Palavra. Você não foi feito para ficar escondido, mas para transmitir a luz para aqueles que estão ao seu redor. Existem pessoas sedentas, famintas por ouvir uma Palavra que venha do coração de Deus para elas, que as anime, que as tragam de volta para a vida, e você é responsável para transmitir isso para a vida daqueles que necessitam! 

O meu desejo é que quando as pessoas se achegarem a ti elas possam sentir a Presença sobrenatural de Deus as tocar, sem que seja necessário palavra alguma sequer! Que a sua vida possa ser tão repleta de Cristo para que ao chegar em algum lugar, todo o ambiente possa ser mudado, não pela sua própria vontade, mas pelo poderoso e intenso brilho de Cristo através de você. 

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Simplicidade agrada a Deus.

Saber aproveitar um passeio no parque, andar descalço, dançar na chuva, tomar um banho de mangueira no quintal, comer o doce direto do pote, dar valor aos sorrisos que você recebe, ser grato, saber saboreador um cafezinho no final da tarde, um belo prato de arroz com feijão, aquela "comidinha simples", mas que para você faz toda diferença. Não há nada de errado em ser simples! Pelo contrário, Deus se alegra com nossa simplicidade. Errado seria você demonstrar ser alguém que não é, esbanjar orgulho, ser autossuficiente e não dependente de Deus.

 A Bíblia nos ensina que devemos ser como crianças (Mt 18:3). Você já experimentou observar uma criança? Elas são simples, espontâneas, amam porque amam e ponto final. Elas não fingem ser alguém que não são para poder agradar alguém. Elas não se preocupam se os outros as acharão estranhas por fazerem o que fazem, elas simplesmente fazem. Correm, pulam, brincam, sabem saborear um simples lanchinho, dão risada, abraços, beijinhos, e o mais sensacional é que elas fazem tudo isso de coração, com simplicidade, e é justamente isso que agrada tanto a Deus!

 Quando começamos a andar com Deus, acabamos descobrindo que Ele se alegra quando somos sinceros, quando demonstramos nossos sentimentos, quando vivemos de forma intensa e buscamos agradá-lo em cada mínimo detalhe do nosso dia. As grandes oportunidades de fazermos coisas grandes pra Deus está nas pequenas coisas que fazemos com excelência, e é justamente por isso que devemos parar um pouco e refletir sobre as várias "mini coisinhas" especiais que Deus tem colocado em nossas vidas todos os dias. 

Certa vez li uma frase que dizia assim: "Enquanto você não souber ser ovelha, Deus não te dará autoridade de leão". 

Uaaau, isso é muito real! Já parou pra pensar nisso? Isso se encaixa perfeitamente na passagem de Lucas 16:10 que diz o seguinte: "Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito, e quem é desonesto no pouco, também é desonesto no muito."

Se você não é feliz com as pequenas coisas que Deus te dá para administrar, como poderá administrar coisas maiores? Como poderá ser feliz com coisas grandiosas, se você não sabe valorizar as pequenas coisas que estão ao seu redor?

 Toda vez que você deixa de fazer algo simples para Deus, você impede que Deus haja de maneira grandiosa em sua vida.

 Então meu querido e minha querida, meu conselho para vocês hoje é o seguinte: comece a dar mais valor para aquilo que você já tem e não para aquilo que você ainda quer ter. Deus sabe exatamente o que você precisa e Ele só te dará quando você aprender a administrar aquilo que Ele ja tem colocado em suas mãos. A vida é curta demais e cada minuto é precioso demais para perder preocupado com o amanhã. Aproveite o hoje e ouça o canto dos pássaros, abrace seus pais, passe um tempo com seus amigos, compre um presente para seus irmãos, tenha uma conversa com Deus, diga para alguém que essa pessoa é especial para você, que você a ama, sorria para um estranho na rua, faça um jantar especial, ajude alguém. Às vezes ser simples é o que há de mais sofisticado.

 E lembre-se: No dia que você não quiser mais fazer as coisas simples você perdeu a oportunidade de Deus fazer coisas grandes na sua vida. Portanto, aproveite a oportunidade!!

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Farinha pouca, meu pirão primeiro

“Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra” (1 Reis 17:14)
 
Temos vivido em uma sociedade tão egoísta. Temos a tendência de sempre buscar aquilo que irá nos satisfazer primeiro, e quase nunca pensamos no nosso próximo. Mas, pare um pouquinho para refletir comigo... 

Suponhamos que você tenha um filho e que tanto você, quanto ele estejam passando necessidade e só tenham um pouquinho de comida para se alimentar, tão pouco que depois daquela refeição não terão mais nada para comer e certamente morrerão de fome. Então, de repente aparece um sujeito em sua porta e te pede a única comida que você tem. Sim, esse único alimento que serviria para alimentar você e seu filho por algumas horas. O que é que você faria? 

 Foi exatamente o isso que aconteceu com a viúva de Sarepta. Elias havia chegado a Serepta e estava com fome. Deus havia lhe ordenado que fosse até lá e ele lhe enviaria uma viúva que iria o alimentar e foi então que ele se encontrou com essa moça apanhando lenha. Primeiro ele lhe pediu um pouco de água para beber, e quando ela foi buscar, ele a chamou e disse: “Traga-me também um pouco de pão, por favor, pois estou com fome!” Foi então que a viúva explicou para Elias que ela não tinha nada cozido em casa, ela tinha apenas um pouco de farinha numa panela e um pouco de azeite em uma botija. Com isto, ela prepararia um resto de comida para ela e para o seu filho e depois morreriam.

 “Elias lhe disse: Não temas; vai e faze o que disseste; mas primeiro faze dele para mim um bolo pequeno e traze-mo aqui fora; depois, farás para ti mesma e para teu filho. Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da tua panela não se acabará, e o azeite da tua botija não faltará, até o dia em que o SENHOR fizer chover sobre a terra. Foi ela e fez segundo a palavra de Elias; assim, comeram ele, ela e sua casa muitos dias. Da panela a farinha não se acabou, e da botija o azeite não faltou, segundo a palavra do SENHOR, por intermédio de Elias” (1 Reis 17:13-16) 

Uau! Já parou para pensar no tamanho da fé dessa mulher? Preferir dar o seu único mantimento, o qual serviria para alimentar a ela e ao seu filho, para um homem que ela nem conhecia. E foi isso o que ela fez. Foi, preparou um bolo e o levou para Elias, não porque ela tivesse sido obrigada a fazer isso, mas porque ela teve fé de que o único que poderia salvar tanto ela, quanto a sua família durante aqueles dias de seca, era o Deus de Israel. Já que Ele havia dito que não faltaria farinha e nem azeite em sua casa, ela deu um passo de fé e decidiu acreditar que assim seria. E assim foi! 

E se essa mulher tivesse optado apenas por alimentar sua família e não tivesse ajudado Elias? Pode ser que talvez aquele realmente tivesse sido a última refeição dela e de seu filho. 

 Muitas vezes, parece que tudo está cooperando para nosso fracasso. A farinha está acabando em sua panela e sua botija já está quase vazia. Para ajudar, aparecem ainda, pessoas “do nada” para lhe pedir tudo aquilo que te resta. Seu alimento está acabando e você precisa lidar com a situação de ter que dividir tão pouco com aqueles que estão ao seu redor. Porém, a Palavra do SENHOR nos diz que, se assim você fizer, jamais faltará mantimento em sua casa. 

 Não sei por qual situação você está passando e nem as lutas que você tem enfrentado, mas ao confiar em Deus e depositar a sua fé nele, tudo pode começar a cooperar a seu favor. Pode ser que você esteja em falta de pão físico (alimento), ou talvez a sua fome seja por um pão espiritual, que somente Deus pode te dar. Talvez você está tendo que compartilhar o restante do alimento que há dentro de você e sua panela está se esvaziando de pouco em pouco conforme você compartilha esse pão com os outros. 

Que tal buscar se encher em Deus? Somente ele pode encher novamente a sua panela e a sua botija com a farinha e o azeite que vêm dos céus. Descanse nEle, tenha fé que toda crise, toda dor, todo egoísmo, cairão por terra e que você, assim, passará a caminhar e prosseguir para o alvo que é Cristo, sempre com suas panelas e botijas fartas. Coloque de lado o egoísmo e deixe Deus te usar para alimentar vidas que estão sedentas e famintas ao seu redor. 

 Deus abençoe! 
Alessandra Ferreira dos Santos