terça-feira, 10 de outubro de 2017

O avivamento começa em mim



"Busquem o Senhor enquanto se pode achá-lo; clamem por ele enquanto está perto."
(Isaías 55:6)

O quão louco você tem sido por Jesus? O que as pessoas pensam de você? Você é apenas mais um que age como todo mundo ou é aquele que busca fazer a diferença nessa geração? Algumas pessoas precisam de apenas uma palavra, um abraço, um gesto de amor, uma simples demonstração do Reino e do amor de Deus. E nós, que temos provado de tudo isso, o que temos feito? Até que ponto temos falado de Jesus para as pessoas? 

O simples fato de você saber que algumas das pessoas que estão ao seu redor correm o risco de não passar a eternidade com Cristo, já seria motivo suficiente para você pregar o Evangelho igual um louco para todas essas pessoas! Já parou para pensar em quantas oportunidades perdemos de falar sobre o quanto Cristo as ama? Já parou para pensar em como será triste chegar no céu e não encontrar a pessoa, a qual você poderia ter falado de Jesus e não falou?

Será que o problema se encontra nas pessoas ou em nós mesmos?  Eu acredito que o avivamento precisa surgir primeiramente em nós. Não são apenas os outros que precisam de avivamento, mas somos NÓS que precisamos ser avivados.

O avivamento é algo tão próximo. Não é algo difícil de ser alcançado, porém é algo que necessita de constância. Muitas vezes temos o costume de nos acomodarmos com a situação e acharmos que tudo está bem como está e nada precisa ser mudado. Porém, nesse nosso comodismo, muitas vezes acabamos esquecendo que vidas estão sendo levadas sem conhecer Jesus, e que talvez até nós mesmos podemos estar vivendo sem o conhecer realmente.
 De acordo com o dicionário:
Avivamento é o ato de se avivar, ou seja, de se tornar mais vivo, mais ativo, mais intenso, despertado e nítido. Este é um termo bastante usado no âmbito religioso para se referir ao período de renovação espiritual.
Nosso comodismo e religiosidade muitas vezes nos fazem acreditar que para que o avivamento venha a acontecer é necessário que todo o mundo se arrependa, que as pessoas parem de cometer erros e que queiram viver um relacionamento profundo com Deus, mas essa visão não nos deixa enxergar que quem precisa ser curado e transformado, primeiramente, sou EU!
A partir do momento que você entende que você precisa ser mudado, então o avivamento passa a acontecer e mais vidas são impactadas por tudo aquilo que Jesus pode fazer. O avivamento precisa ser regado por transformação. Nada permanece igual quando é tocado por Cristo, e, se de fato formos avivados, a mudança irá acontecer.

Atos 2 nos revela que "De repente veio do céu um som, como de um vento impetuoso, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram e pousaram sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito os capacitava." ( Atos 2:2-4)

Muitos colocam seu foco de avivamento nesta passagem e acham que o avivamento somente ocorrerá quando Deus agir como um vento impetuoso e todos começarem a falar em línguas. Porém, muitas vezes acabamos nos esquecendo que Deus é multiforme no seu modo agir. O avivamento não necessariamente precisa ocorrer desta maneira. 

Se você tem um coração disposto e submisso à Deus e busca a santificação, Deus gera a transformação em sua vida e é então que o avivamento começa a acontecer. Vidas são curadas, vícios são largados, o pecado é confessado e passa a existir uma busca mais intensa pela Presença de Deus. 

Portanto, para que o avivamento aconteça, é necessário um posicionamento da sua parte e da minha parte para que haja a MUDANÇA. Deus deseja agir conosco, em nós e através de nós. Que possamos saber ouvir a voz do Pai, sermos submissos, buscar a santidade e que levar o Reino e as boas novas para aqueles que precisam de Jesus.

Jamais se esqueça que o avivamento começa em você! Busque a Cristo hoje, agora, busque-o enquanto se pode achar.

Deus abençoe!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Deus conhece os teus sonhos.


"Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração.
Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá"
(Salmos 37:4,5)

Comprar um carro, casar, fazer uma faculdade, viajar ao mundo, ter filhos, conseguir um emprego, aumentar a casa, começar a namorar,  exercer seu ministério, ver a conversão de um amigo ou familiar, fazer algo novo. Talvez estes sejam alguns itens da sua "lista" de sonhos e desejos.

Sonhar é necessário. Precisamos ter um objetivo, um foco, uma missão! Com o que você tem sonhado? Deus conhece os teus sonhos? Você tem orado por eles? Deus é o maior realizador de sonhos que existe. Não há ninguém melhor do que Ele para fazer com que um simples desejo se torne realidade em instantes. Mas, por que será que relutamos tanto em contar nossos sonhos para Ele, sendo que Deus nos conhece melhor do que ninguém? A Bíblia mesmo afirma que:
Todos os dias determinados para mim foram escritos no livro de Deus antes de qualquer deles existir. (Salmos 139:16)
Deus sabe o que é melhor para nós. Então, que tal investir tempo contando seus sonhos para Deus? Você já teve esta experiência? Conte como tem sido a sua rotina e como você se vê daqui alguns anos. Por mais que Ele já saiba de tudo, Ele adora te ouvir contar tudo para Ele. Deus é tão criativo, tão paciente, tão carinhoso! Ele adora ouvir aventuras, romances, histórias. Ele adora sentir o frio na barriga, as borboletas no estômago e o coração pulsando junto com você. Ele adora escutar cada palavrinha sua, e a partir do momento que você entende isso, você percebe que não está sozinho e que aonde quer que você esteja, é uma ótima oportunidade para sonhar! Deus ama o som da sua voz e ama quando você conta seus projetos para Ele; ainda que Ele seja tão grande e saiba tudo o que irá acontecer, Ele escolhe te ouvir.

Porém, também é necessário parar para ouvir a voz de Deus, pois nem sempre os nossos sonhos são os sonhos de Deus. Nem sempre o que queremos é o que Deus quer, mas com toda certeza o que Ele tem para nós é sempre muito melhor do que tudo aquilo que possamos pedir ou pensar.

Quando criamos o hábito de conversar com Deus, fica cada vez mais fácil identificar qual é a vontade dele para nós e então passamos a sonhar com aquilo que é eterno, com aquilo que irá durar e com aquilo que é verdadeiro. Experimente contar para Jesus o que se passa no seu coração! Conte sobre seus sonhos, seus desejos, suas vontades. Ria com ele. Se for necessário, chore. Faça planos e deixe que Ele te guie e te mostre o que é melhor para você.

Quando você tiver um objetivo e esse objetivo vier do centro da vontade de Deus, então as coisas passarão a dar certo e você saberá que Ele é o Deus que opera milagres e que é especialista em realização de sonhos!

Quando colocamos nossas expectativas em homens, somos decepcionados. Porém, quando nossas expectativas estão em Deus, nós podemos ver de forma clara o amor sendo demonstrado a nós. Deus sabe o que é melhor para você! Apenas confie e deixe ele realizar a boa obra em sua vida. 
Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós, a ele seja a glória na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre! Amém! Efésios 3:20-21
 Deus abençoe! 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Quebrando cadeias.



"Por volta da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam louvores a Deus, e os demais companheiros de prisão escutavam. De repente, sobreveio tamanho terremoto, que sacudiu os alicerces da prisão; abriram-se todas as portas, e soltaram-se as cadeias de todos." (Atos 16: 25-26)

Ah, como é bom orar em tempos de paz, quando tudo vai bem, né? Poder agradecer pelas bençãos recebidas, pelos projetos realizados, pelas conquistas.

Mas, e orar quando as coisas não vão bem? Orar depois de ter apanhado, depois de ter sido jogado em uma prisão e encontrar-se preso injustamente? Acredito que muitos de nós, no lugar de Paulo e Silas, iríamos questionar a Deus. 

"Por que eu estou sofrendo, sendo que estou fazendo a sua vontade?" "Por que o Senhor deixou que isso acontecesse?" "Por que o Senhor não impediu que eles nos bastessem?" "Por que estamos presos injustamente?"

Esse poderia ter sido o pensamento de Paulo e Silas naquele momento tão doloroso, mas eles tiveram uma atitude diferente. Eles resolveram orar e cantar louvores a Deus porque  entenderam que seja na alegria ou na tribulação, Deus sempre continuará sendo Deus e sempre estará no controle de tudo!

Bom, antes de tudo, vejamos porque os dois foram presos...

"Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, nos saiu ao encontro uma jovem possessa de espírito adivinhador, a qual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Seguindo a Paulo e a nós, clamava dizendo: Estes homens são servos do Deus Altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação. Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, já indignado, voltando-se disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora, saiu." (Atos 16:16-18)

Para onde eles estavam indo quando a mulher possessa apareceu? Eles estavam indo para o lugar de oração!

O que podemos entender disso?
A mulher possessa não estava ali por acaso. A intenção do espírito adivinhador, naquele momento, era tirar Paulo e os demais do sério e os impedir de orar a Deus. Paulo entendeu o que satanás estava tentando fazer e por isso usou da autoridade que há no nome de Jesus para expulsar aquele espírito da jovem.

Porém, aquele espírito trazia lucro aos seus senhores, e a partir do momento em que Paulo o expulsa, aqueles que lucravam com as adivinhações ficam furiosos.

"Vendo os seus senhores que se lhes desfizera a esperança do lucro, agarrando em Paulo e Silas, os arrastaram para a praça, à presença das autoridades; [...] Levantou-se a multidão, unida contra eles, e os pretores, rasgando-lhes as vestes, mandaram açoitá-los com varas. E, depois de lhes darem muitos açoites, os lançaram no cárcere, ordenando ao carcereiro que os guardasse com toda a segurança."(Atos 16:19,22-23)

Voltando à nossa questão do início: e se fosse com você? Você conseguiria orar e cantar louvores a Deus na prisão, mesmo tendo sido preso injustamente? Ou será que você nem sequer chegaria a ter sido preso porque não conseguiu expulsar o espírito adivinhador? Ou pior, nem sequer teve a chance de expulsar o espírito adivinhador por que não estava indo para o lugar de oração?
Espero que você possa refletir sobre isso e que você saiba o que fazer quando as coisas parecerem estar desmoronando. Pode ser que seja a chance de você demonstrar sua verdadeira adoração a Deus!

Será que a sua oração e louvor conseguiriam romper as cadeias, sacudir os alicerces e abrir as portas da prisão? Ou será que as suas atitudes como cristão nem chegam a abalar a estrutura daqueles que estão a sua volta? Meu desejo é que, como cristãos, sejamos ousados! Que possamos realmente buscar a santificação e estarmos sempre dispostos a orar e louvar a Deus, independentemente das circunstâncias, para que o nosso louvor possa romper com os alicerces das prisões e que todas as cadeias sejam quebradas e lançadas por terra, em nome de Jesus!

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Crianças Espirituais



"Durante sua vida na terra, Cristo, em voz alta e com lágrimas, fez orações e súplicas a Deus, que o podia salvar da morte. E as suas orações foram atendidas porque ele era dedicado a Deus. Embora fosse o Filho de Deus, ele aprendeu, por meio dos sofrimentos, a ser obediente. E, depois de ser aperfeiçoado, ele se tornou a fonte da salvação eterna para todos os que lhe obedecem." (Hebreus 5:7-9)

Se Cristo, o Filho de Deus, orou em alta voz, suplicou, chorou na Presença do Pai, jejuou e clamou, o que nos faz pensar que poderia ser diferente conosco? O que nos faz pensar que alcançaremos a presença de Deus sem oração, arrependimento, quebrantamento e sinceridade? Se o próprio Jesus se quebrantou na Presença de Deus, o que nos faz pensar que possa haver um outro caminho até o Pai?

Deus tem ministrado ao meu coração ultimamente, sobre crianças espirituais no meio dos cristãos. Temos sido negligentes em buscar a Deus, temos provado do leitinho espiritual, sendo que já deveríamos estar comendo o alimento sólidos muito tempo. 

Hebreus 5:12-14 diz o seguinte:

"Depois de tanto tempo, vocês já deviam ser mestres, mas ainda precisam de alguém que lhes ensine as primeiras lições dos ensinamentos de Deus. Em vez de alimento sólido, vocês ainda precisam de leite. E quem precisa de leite é criança e não tem nenhuma experiência para saber o que está certo ou errado. Porém a comida dos adultos é sólida, pois eles pela prática sabem a diferença entre o que é bom e o que é mau." (Hebreus 5:12-14) 

Quantos de nós, atualmente, tem agido como criança? Quantos, depois de tanto tempo já deveriam ser mestres, mas continuam tendo que aprender o básico sobre Cristo, sobre a Palavra, sobre a perseverança, sobre buscar a face de  Deus? 

Quantos em nosso meio precisam ouvir da boca de homens, de pastores, profetas, líderes, aquilo que eles poderiam estar ouvindo diretamente da boca de Deus?

Muitos continuam no leitinho, e estão conformados em aceitar o mímimo de conhecimento possível, sem buscar a profundidade dos ensinamentos de Jesus. Muitos acabaram se esquecendo de que Cristo não morreu em vão. Ele veio para nos ensinar algo, que muitos ainda não aprenderam.

Crianças! É isso que temos sido. Nos esquecemos do significado do batismo, da importância de orarmos uns pelos outros, de orar pela cura, pela libertação, de vigiar para não sermos tentados, de suplicar a Deus, de nos quebrantarmos, de permanecermos na fé.

A única coisa que a maioria de nós tem feito é orar e orar pedindo as bençãos de Deus sem perceber quão semelhante essas pessoas tem se tornado com crianças mimadas que só sabem pedir e não fazem nada além disso. 

Deus não quer um exército de crianças, que ainda precisam ser alimentadas com leitinho. Deus quer um exército de homens e mulheres fortes que têm provado do alimento sólido e sabem diferenciar o que bom e o que é mau. 

É necessário a fase de provar o leite, mas essa é apenas uma fase. Conforme o tempo vai passando, a criança precisa se alimentar com alimentos que irão fortalecê-la e a preparar para a vida adulta. 

Jesus entendeu que era necessário obedecer. Jesus entendeu que era necessário orar. Jesus entendeu que era necessário buscar a Deus. Jesus entendeu que ele precisava se alimentar do alimento sólido, que o deixaria forte. Jesus entendeu como deveria se alimentar e diariamente ele buscava este alimento.

E nós, que nos dizemos "cristãos", temos nos alimentado de quê? Será que o leite tem nos bastado ou estamos prosseguindo em conhecer a Cristo, seus mandamentos, suas vontades e buscado o alimento sólido que vem de Deus?
Até quando iremos agir como criança? Meu desejo é que realmente possamos nos levantar como uma geração de homens e mulheres bem preparados para a batalha, fortificados no alimento sólido que vem de Deus e prontos para guerrear!!!

Deus abençoe!
Alessandra Ferreira dos Santos

terça-feira, 23 de maio de 2017

Jesus te ama! Isso te basta?


"Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês." (1 Pedro 5:7). 

"Jesus Cristo me ama e isso basta." Li essa frase a alguns dias e devo admitir que ela faz todo sentido para nós que conhecemos a Cristo. Porém, como anda a vida daqueles que não sabem disso?

Para nós é natural sabermos que o amor do Pai vai além de tudo o que possamos pensar e que Ele em sua infinita bondade escolheu nos amar. Mas algumas (inúmeras) pessoas ainda se sentem sozinhas, sem amor e ainda não desfrutaram daquilo que a presença de Deus pode proporcionar.

Enfim, conversando com Deus sobre o que escrever, Ele ministrou muito forte ao meu coração sobre solidão. E como eu não sabia ao certo sobre o que deveria escrever, pedi a Ele que me mostrasse qual era o seu desejo. Antes de tudo, portanto, vejamos o significado para a palavra solidão, de acordo com nosso amigo Google.

solidão
substantivo feminino
  1. 1.
    estado de quem se acha ou se sente desacompanhado ou só; isolamento.

    "vive na mais negra s."
  2. 2.
    caráter dos locais ermos, solitários.

    "em meio à s. do deserto"
  3. 3.
    local despovoado e solitário; retiro.
  4. 4.
    vasto espaço ermo, sem população humana.

    "s. do mar, da taiga, da floresta etc."
  5. 5.
    sensação ou situação de quem vive afastado do mundo ou isolado em meio a um grupo social.

    "quanto mais gente, maior a sua s."

Lendo o exemplo citado acima "quanto mais gente, maior a sua solidão", Deus me fez refletir novamente. Quantas pessoas estão rodeadas de gente, mas se sentem sozinhas? Quantas pessoas não se sentem seguras? Quantas pessoas estão demonstrando estarem felizes mas por dentro estão desoladas? A solidão é algum muito perigoso! 

Então, de repente surge alguém e diz: "Jesus te ama!". Mas para essas pessoas que se sentem sozinhas, essa frase será apenas mais algumas palavras ditas da boca pra fora. 

Se Jesus as ama? É claro que ama! Como então elas podem provar desse amor? Buscando compreender que a solidão não é o destino para aqueles que conhecem o amor do Pai. Elas precisam passar por uma experiência com o amor.

Muitas pessoas acabam buscando preencher esses vazios que existem dentro de si com as coisas que o mundo as oferece como: festas, drogas, comida, namoros, bebidas, compras, etc.
Elas acabam buscando encontrar nas coisas, o alívio que somente Jesus pode dar para todo esse sentimento dentro delas.

Agora uma questão para você que já conhece o amor de Jesus: Para quantas pessoas vocês tem demonstrado esse amor? Não me refiro a dizer "Jesus te ama" pra todo mundo, afinal, a maioria dessas pessoas ja sabem disso, porém me refiro a realmente demonstrar que Jesus as ama. Quantos abraços você tem dado? Quantos desabafos você tem escutado? Quantas lágrimas você tem enxugado? Quantos pés você tem lavado? Essas pessoas precisam conhecer o amor de Jesus e é através de nós. Essas pessoas precisam ser incentivadas a estarem em intimidade com o Pai e é através de nós. Não por nós mesmos, não para nossa glória, mas por meio de Jesus em nós para a honra e glória do Seu Nome.

Jesus te ama? Amém! Mas que você possa saber que se ele te ama, esse amor precisa ser passado para frente. Ame aos que estão ao seu redor para então acabar com essa multidão de solitários que necessitam de amor.

Para finalizar, gostaria de deixar um som sensacional para vocês. É a música Pulmões do Paulo Nazareth junto com Os Arrais e Marcos Almeida.
Falou fortíssimimo comigo e veio confirmar a palavra do Senhor aos nossos corações. Segue um trechinho pra vocês curtirem. Deus abençoe!
Muito além de mim, maior 
E ainda assim comigo 
Teu amor me encontra até aqui 
Em minha solidão 
E mesmo quando a noite vem 
Seguro estou em ti 
 Pra onde iria sem o teu amor 
Quem sou eu pra questionar? 
Se até o ar que enche meus pulmões Vem de ti e não é meu
Link da música: Pulmões - Paulo Nazareth (feat. Os Arrais, Marcos Almeida)

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Eu prefiro estar só, a sós com você



Você acorda. O dia está lindo. Você se prepara para mais um dia corrido. Você passa pelos outros na rua, diz um “bom dia” e continua andando. Então,  começa a fazer todas as suas atividades corriqueiras. Documentos para organizar aqui, livros para ler ali, casa para limpar acolá, louças para lavar, planejamentos a serem feitos. Enfim, coisas e mais coisas a serem realizadas em um único dia. Você trabalha, trabalha, trabalha. Rodeado de pessoas. O dia inteiro. Passa o tempo e no relógio já está marcando o horário de ir embora. 

 Você se prepara para ir para casa e ao perceber o céu está desabando. Começa a chover. Cadê o guarda-chuva? Bom, não há outra escolha, senão ir embora embaixo do pé-d’água mesmo. 

 Chega em casa, tira aquele sapato apertado e aquela roupa molhada. Tira toda a carga do dia. Toma um banho quente, prepara um chá e de repente você está só e a sós com quem? Com a melhor pessoa que você poderia encontrar. 

Estar a sós com Deus é a melhor coisa possível. Quanto mais você conhece a realidade, mais você anseia por realmente passar um tempo sozinho na Presença do Pai. 

Sabe aquela conversa de pai para filho? Aqueles momentos de intimidade? Você irá desfrutar disso tudo quando aprender a ficar só você e Ele a sós em seu lugar secreto. 

 De repente o mundo para. Você esquece a preocupação da rotina. Você percebe que recebe o maior amor do mundo. Você percebe que Ele estava com você o dia inteirinho. Sim, ele sentiu o sapato apertado. Sim, ele tomou a chuva com você. Sim, ele deu e recebeu um “bom dia” naquela manhã ensolarada. Sim, ele estava ali o tempo todo! 

Se você parar um pouco na sua rotina corrida, você vai perceber que ficar a sós com ele é a melhor escolha que você possa fazer, pois durante o seu dia inteiro, você saberá que o desejo do coração do Pai era estar juntinho com você.

Deus abençoe! 
Alessandra Ferreira dos Santos

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Hora de dormir ou hora de acordar?



O relógio marca 2:30 da manhã. Você permanece acordado, mas e aí dentro: há quanto tempo você dorme?

Quanto tempo você tem dormido e deixado o essencial passar? Quanto tempo você deixou as pessoas ao seu redor falando sozinhas? Quanto tempo você deixou de ouvir o que os outros tem para dizer? Quanto tempo você deixou de comer na mesa com a sua família? Quanto tempo faz que você diz que vai deixar para usar sua melhor roupa, seu melhor sapato e seus melhores talheres para uma ocasião especial? Quanto tempo faz que você deixou de notar que o amor está ao seu redor, que o simples é o que existe de mais sofisticado, que as pessoas são importantes e que enquanto você dorme, a vida continua correndo e escorrendo pelos seus dedos sem que você faça nada? Até quando você continuará dormindo para a dor do próximo? Até quando você continuará dormindo para as promessas que Deus tem te dado? Até quando você continuará dormindo em seu chamado? Até quando?

O relógio marca 2:30 da manhã, você ainda está acordado, mas continua dormindo. É hora de acordar e perceber que enquanto você não se mover, nada poderá ser feito.

Demonstre amor, pregue o evangelho, abrace, ame. Faça tudo isso HOJE! Está na hora de despertar, de ter ousadia, intrepidez e coragem.

"Asseguro-vos que, se vocês se calarem, az próprias pedras clamarão." (Lucas 19:40)

Alessandra Ferreira dos Santos
alessandraferreira04@gmail.com